A primeira proposta de restauração do espaço da Vila Itororó e sua conversão em centro cultural nasceu em meados dos anos 1970, de um grupo formado pelos arquitetos Benedito Lima de Toledo, Claudio Tozzi e Décio Tozzi, junto à curadora Aracy Amaral e ao paisagista Burle Marx. No entanto somente em 2006 a Vila foi desapropriada, quando foi decretada área de utilidade pública pelo governo do Estado e pela prefeitura de São Paulo para fins culturais.

Em 2013 o Instituto Pedra inicia a elaboração de um novo projeto de restauro, em parceria com a Prefeitura Municipal de São Paulo. O projeto teve utilização de recursos captados através da Lei de Incentivo à Cultura como forma de viabilizar sua execução. O projeto abarcou o levantamento arquitetônico da Vila Itororó, a adaptação/criação de um projeto de restauro e a execução das obras das edificações 5, 6, 7 e 11.

Perspectiva artística do conjunto arquitetônico da Vila Itororó restaurado. Fonte: Instituto Pedra

As obras tiveram início em 2016, com a primeira etapa de restauro sendo entregue em 2019. No relatório abaixo, você pode conferir a programação das obras e atividades culturais entre os anos de 2013 e 2019.

Abaixo do mapa de localização, consulte os levantamentos arquitetônicos das edificações da Vila Itororó separados por edificação:

Mapa de localização das edificações da Vila Itororó. Fonte: Instituto Pedra

[grid_plus name=”projeto de restauro”]

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
×