A Oficina de Xilogravura propõe desenvolver a técnica de gravura em madeira, a partir de referências visuais e teóricas, e exercícios práticos realizados junto aos participantes.

Nos encontros, os participantes serão apresentados à história da xilogravura e aprenderão todo o processo para a produção da xilogravura – a utilização das ferramentas, a entintagem das matrizes produzidas e a impressão das imagens em papel.

Serão propostos também exercícios de experimentação gráfica, como a produção de lambes, criação de matrizes a partir de desenhos de observação, produção de um livro de artista, etc. Ao final do curso, haverá uma exposição aberta ao público com as matrizes e impressões realizadas nos encontros.

Todo o material para a realização da oficina – tinta de impressão, goivas, papéis para impressão, rolos de entintagem, madeira para entalhe – será disponibilizado pelo oficineiro Luciano Favaro.

Luciano Favaro (São Paulo, 1980) é artista visual e educador.

Bacharel em Artes Visuais pela Faculdade Belas Artes de São Paulo. Integra o Projeto solo sul, desde 2015, com o qual foi contemplado com o Proac Artes Integradas 2015. Expôs o Projeto solo sul no Sesc Jundiaí (2019), Sesc Belenzinho (2019), FEIA (2018), 13a Mostra de Performance Arte – VERBO (2017), Oficina Cultural Oswald Andrade (2016), Espaço Gambalaia (2017), Praça Matriz de Atibaia com apoio da Incubadora de Artistas (2017). Artista residente do Goethe na Vila 2018, promovido pelo Goethe Institut de São Paulo. Residente, junto ao coletivo Sí, Yo Puedo!, do programa Residência para Coletivos 2018 da Casa do Povo.

Participou do projeto No meio daquilo que vemos no Sesc Bom Retiro, com coordenação de Gustavo Ciríaco, como parte da programação da Virada Cultural 2017. Artista participante da exposição Travessias Nômades (2020), Arte Londrina 4 (2017), da exposição Abertura, no Ateliê397 (2013), entre outras

exposições coletivas em São Paulo e em outros Estados do Brasil. É coordenador do grupo de estudos Esto es Arte porque lo dijo un Europeo, o qual ministrou o curso no CPF Sesc (2019), e coordenador e educador do coletivo Sí, Yo Puedo!, organização que atua pela integração migratória na cidade de São Paulo (2017-).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support