Na Oficina de perna de pau para iniciantes e iniciados, as pessoas terão contato com exercícios de equilíbrio, de concentração e coordenação múltipla para uma experiência mais proveitosa no aparelho. No decorrer dos encontros as aulas terão propostas cênicas, de dança e de destrezas na perna de pau, a intenção é que o desenvolvimento da técnica seja, desde o início, conduzido num contexto de desenvolvimento artístico e de de expressão corporal. As aulas são elaboradas de forma a oferecer uma prática segura, responsável e divertida de perna de pau, trabalhando a autonomia da pernalta (pessoa que anda de perna de pau) e a preparando para realização de destrezas, para situações adversas e uma caminhada saudável.

As aulas são elaboradas fazendo uso do Método Bertazzo e da Psicomotricidade para fundamentar os nossos exercícios e termos respaldo de conhecimentos científicos no desenvolvimento motor, emocional e cognitivo de forma ergonômica.

Rachel Monteiro, Artista circense fundadora da Trupe baião de 2, uma das idealizadoras e organizadoras da três edições do Festival do circo do Bixiga. Artista criadora, arte educadora e intérprete dos números circenses Conexão, duo Acrobático em perna de pau que traz a relação da pele com o alumínio pra cena, e do Tucum, que utiliza as memórias familiares sobre esse objeto (rede de tranças, como gatilho para as movimentações aéreas. Rachel também atua e participou da criação de Retirantes e Histórias de Papelão, se dedica a estudar acrobacias em dupla e em grupo, percha-lira e perna de pau, realizando, inclusive, oficinas destas práticas e um grupo de estudos e aprofundamento na perna de pau: Pernaltas de Quinta. 

Possui formação pelo Método Bertazzo, formação em teatro físico no Estúdio Luis Louis, estudou em diversos cursos de formação da SP Escola de Teatro: História do Circo, com Verônica Tamaoki, Percha de Equilíbrio, como Viviane Rabelo e Alfredo Muñoz, Mão a Mão, com Marina Bombachini e Carlos Cosmai, estudou 3 meses com Helen Goodrum, quem lhe introduziu o vocabulário de perna de pau da Cia de teatro físico CarpetBag Brigade, participou de três ateliês de Pesquisa em Corpo-Objeto-Suspensão e do laboratório (Dis)Parem as máquinas! –fundamentos e práticas de crítica circense com Maria Carolina Oliveira, participou do workshop Diálogos sobre a Contemporaneidade Circense, de Rodrigo Matheus, do laboratório Dramaturgias do Risco – a construção textual de espetáculos circenses, conduzido por Erica Stoppel e Leandro Mendoza. Participa da realização do EmPé (Encontro Mundial de Pernas de Pau) e é coreógrafa e participante da Ala de Pernaltas do Bloco Unidos do Swing. Para além de estudos específicos da disciplina circense, Rachel também participou da oficina de escrita Parir a si mesmo Repartir-se conduzida por Letícia Bassit e da oficina Performatividade e Autobiografias de Gênero com Janaína Leite, participou do workshop Ruínas de um Futuro em Desaparecimento de Flávia Pinheiro. No que se refere à produção virtual realizou 2 oficina de perna de pau via live, é cocriadora e intérprete da Série Quadros, com 5 vídeos de acrobacias e pernas de pau, é intérprete do vídeo circo Desacrobacia e intérprete criadora da espetáculo O corpo circense em confinamento, realizado via live.

Atua como arte educadora desde 2016 com Oficinas de acrobacia intergeracional, já realizada no Centro Cultural Criativo Vila Itororó, no Sesc Carmo e na Convenção de Malabares e Circo de 2020 no Ceará, e Oficinas de Perna de Pau em todos os níveis, já realizada no Centro Cultural Criativo Vila Itororó, no Sesc Santana, em espaços públicos do Bixiga, no HOnK SP 2019, na Convenção Brasileira de Malabares e Circo de 2020 no Ceará e também para grupos de teatro, circo e blocos de Carnaval.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support